segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Tantas coisas e nada ao mesmo tempo


Como será a fênix da Morte?



Diário, desculpe a minha longa ausência. É que desde que o SAMU me resgatou aconteceram tantas coisas e nada ao mesmo tempo, que verbalizá-los se tornou uma missão...meio que...intraduzível. O tratamento na UTI vem surtindo alguns resultados imediatos e até curiosos. É claro que o processo como um todo será lento, mas as primeiras conquistas me dão ânimo pra seguir em frente e ter certeza de que acionei o 190 já não sem tempo.




Pra completar, além da alma, meu corpo também adoeceu. Violentamente. Segundo a médica do Samu, era meu último sopro de energia para as coisas antigas e agora virá o processo de renovação. Mas...precisava ser assim, tão violento? Eu hein...Se eu já não estivesse morta...Talvez justamente por isso tudo relacionado a mim acontece devagar e sempre...devagar...e...sempre...d-e-v-a-g-a-r...E, como diz a música: "eu finjo ter paciência".

3 comentários:

☆ Sandra C. disse...

hum..
quer dizer que a morta tá vivinha, hein?

Dona Morte disse...

Vivíssima!! =)

Golby disse...

Boa notícia, ótima notícia: a morte vive e finalmente será que teremos em breve o anúncio da morte da D.Morte?