terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Aprendendo a me virar sozinha

Já vai ser um sucesso e tanto se a cozinha não explodir!

Desculpááááááá, Diário! Andei ausente demais, mas é que eu tava bem ocupada tentando não morrer (rá! =P) de fome e tentando não pedir ajuda dos universitários. Nem uma coisa nem outra aconteceu, mas posso dizer que houve um certo progresso. Como disse no post Varrendo a alma, não sou nem um pouco prendada, mas devido ao recente choque de realidade, decidi começar a encarar esse pesadelo de frente. Já consigo me dar ao luxo (me dar "ao" ou me dar "o"? Estudar gramática djá!) de não ir almoçar nas casas alheias aos fins de semana. Isso, sim, é que é progresso! Tudo bem que ainda estou na fase da comida "rápida e prática", mas veja só o que eu descobri - nem tudo que é rápido e prático é tão prático como se afirma e, principalmente, saboroso.

Afff...E aprendi isso da pior maneira ao comprar molho branco - que eu adoro - pronto. Que coisa detestável. Engoli em seco (engoli "em" ou engoli "a"? Égua, tô péssima hoje) e prometi a mim mesma deixar de ser...assim, como dizer...tão "rápida e prática" e aprender aquela receita maravilhosa da minha amiga que mora em Londrina, a Gisele.

Outra coisa que descobri é que a louça não é auto-limpante. Tá até agora, à meia-noite de terça para quarta-feira, 25 de fevereiro, esperando por mim, que a sujei ao meio-dia de segunda. Mas meu lema é "devagar e sempre", um dia eu chego ao nível de excelência. Não tenho pressa, já que, como dizem, se o futuro é a Morte, tenho toda a eternidade pela frente. rsrsrs


2 comentários:

Golby Pullig disse...

Parabéns!!!! Tá ficando mocinha. Depois de passo umas receitas práticas e saborosas.

☆ Sandra C. disse...

HAIUAHAIUAHAIUAHAIAUHAIAUHAIAUAHA!!
essa da louça não ser auto-limpante, eu ainda to aprendendo..

hehehe...

é foda.. sei bem como é essa parada de morar só.

a minha pior foi sair com uma bruta enxaqueca às 8 da noite de um domingo pro super mercado pra abastecer a geladeira, coitada..