segunda-feira, 27 de abril de 2009

Entre a cruz e a espada

Do pó viemos, ao pó voltaremos?







Meu querido Diário...Depois de umas férias prolongadas, consegui um tempinho pra vir aqui atualizar meus desabafos. Parece que meu tempo de vid..err..tempo de trabalho por aqui está chegando ao fim. O Chefe tá me chamando de volta. O que não quer dizer que eu vá te aposentar. Mas parece que terei que ceder lugar ao meu alter ego. Seja ele qual for. Ressuscitarei ou nascerei de novo? O Chefe ainda não decidiu. Mas já me deu uma árdua tarefa, como só ele sabe fazer.


Lembra do objeto do meu desejo? Parece que está surgindo outro. Tão complicado quanto. Por um lado, ele parece ser uma boa saída pra eu finalmente me desapegar do primeiro. Por outro lado...Bem. Complicação pouca é bobagem. Digamos que uma década de complicações. E alguns pormenores, porque o Chefe adora me dar questões de aritmética pra resolver. Justamente porque sou péssima nessa matéria.


Mas é um problema tão...Instigante...Daqueles que a gente até perde a noção do tempo tentando entender, tentando resolver, tentando encontrar a melhor solução. Em contrapartida, tem outros que, de tão fácil, não merecem a mínima atenção. Por que será que isso acontece?